Atrações

 

Cerimônia do Chá

É uma atividade tradicional com influências do Confucionismo e Zen Budismo, na qual chá verde (matcha, 抹茶) é preparado com chá em pó pelo dono e servido aos convidados. Cerimonia de chá segue-se inúmeros passos estabelecidos de movimentos simplificados e gestos elegantes, para que o dono pode demonstrar seu espirito de hospitalidade, e para que os convidados podem apreciar máximo chá oferecido junto com doce num ambiente especificamente preparado para cerimonia. O mestre Sem No Rikyu deixou uma frase famosa “Iti-Go Iti-E” que significa cada encontro considera-se ser o único encontro na sua vida a ser apreciada. Ele demonstrou importância de cada oportunidade de tomar chá com aquele convidado, e essa palavra tornou-se uma das palavra sábia do povo japonês.

Nihongo

A língua japonesa é o idioma falado no Japão e em outros lugares do mundo onde se encontram comunidades de imigrantes e descendentes de japoneses, ou nikkei. A maior dessas comunidades fora do Japão encontra-se no Brasil. O nome japonês para a língua é nihongo (日本語). O kanji (日) designa o sol, e o kanji (本), aqui, significa “origem” e kanji (語), letra.

Atualmente, no que diz respeito à escrita, ele se compõe de três sistemas: Hiragana, Katakana e Kanji. Hiragana e katakana foi uma forma de facilitar a  escrita e reduzir números de kanjis facilitando a escrita e a leitura, principalmente as crianças que iniciam o aprendizado.

O número de kanji´s usuais são 1130, entretanto sabemos que existem mais de 2000 kanjis utilizados no cotidiano.

Shodô

Significa a “caminho da escrita” e representa arte de escrever, caligrafia japonesa, utilizando papel e pincel como principais materiais. O estilo e o formato da escrita podem representar conceitos subjetivos como sentimentos, entusiasmo, etc. usando a textura e a velocidade das pinceladas e cor da tinta, sumi. Pode-se realizar mais de cem tentativas para produzir o efeito desejado em um único ideograma, mas o processo de criar a obra é considerado uma arte em si mesma, além do próprio produto final.

Origami                                                                                               

É a arte de dobrar papel (ori: dobrar / kami: papel). Arte tradicional e secular japonesa de dobrar o papel, criando representações de determinados seres ou objetos com as dobras geométricas de uma peça de papel, sem cortá-la ou colá-la. Dentre os origamis mais populares, o tsuru (garça) é o mais famoso e mais tradicional deles. O tsuru é a ave sagrada do Japão e, segundo a lenda, essa ave vive mil anos, tem o poder de conceder desejos e aquele que dobrar mil tsurus e fizer o mesmo pedido a cada um deles, terá o seu desejo atendido.

Kirigami

Arte tradicional japonesa de recorte de papel (kiru, recortar / kami, papel) criando representações de determinados seres ou objetos, paisagens, etc. É arte dos recortes em papel, tridimensionais ou não.

Ikebana

Nasceu há mais de 600 anos, é uma arte de apresentar os sentimentos através da forma de arranjos, utilizando as flores, folhas e galhos. A tradução, ao pé da letra, significa flor viva.. Seu foco é na harmonia na forma, nas cores e no seu design simples e elegante. Tem a objetivo de  representar o espírito de “omotenashi, arte de bem receber os outros, utilizado no dia a dia do povo Japonês para ornar diversos tipos de ambientes.

Bonsai 

A história do Bonsai no Japão começou na era Heian (anos 794~1184), provavelmente no século X. Arte de cultivar árvores em miniatura. A natureza transformada em obra de arte graças a cuidados muito especiais. Um bonsai não é apenas a árvore pequena, mas representa um jardim adequado para cada estação do ano. Sua principal característica cultua a paciência e demonstração da beleza.

 

Danças Japonesas

Vários tipos de dança populares tiveram origem em comunidades agrícolas e de pescadores, geralmente comemorando a farta colheita do arroz ou a época de pesca.

Outras danças surgiram em homenagem aos falecidos, por influência do budismo, caso do ―Bon Odori, que significa dança do finado e cujas apresentações se concentram no dia do finado japonês, em agosto. Todas essas danças populares remetem à vida em comunidade e à continuidade da vida.

Taikô

Na pré-história do Japão, o taikô era utilizado como um instrumento de comunicação, permanecendo assim nas cerimônias religiosas.

No Japão feudal, taikôs eram usados na guerra para anunciar os ataques e recuos das tropas. Atualmente, o taikô é utilizado em grandes festas e em apresentações culturais. O taikô é um instrumento de percussão, cuja superfície é confeccionada com pele de animal. É tocada com a mão ou com o uso de uma baqueta, mas sempre exige do músico a habilidade rítmica e o preparo físico para sustentar batidas homogêneas e obter som satisfatório.

Artes Marciais 

Artes marciais englobam várias modalidades criadas por diversos motivos em inúmeras regiões do mundo, sejam para a autodefesa, competição, exercícios para a saúde pessoal, entretenimento e desenvolvimento pessoal. Existem também diversos estilos, sistemas e escolas de artes marciais, onde algumas fazem o uso de armas como espadas e correntes, mas não incluem armas de fogo.

No Japão, onde as artes marciais tiveram grande difusão, graças à sua filosofia de respeito ao próximo e à hierarquia, são mais conhecidas as modalidades de karatê, judô, aikidô, sumô, jiujitsu,ninjutsu, kendô, iaidô, kyudô, e outras variações.

Todos levam o termo ―dô, que significa ―caminho‖. É o caminho da perfeição, na verdade inatingível. Ao contrário de outras práticas esportivas, o kendô, o judô e o aikidô, não têm como princípio a conquista da vitória. Essas modalidades esportivas visam o aperfeiçoamento, não somente esportivo, mas principalmente, aperfeiçoamento como ser humano. Exemplificando o sentido um ―caminho, um meio, e não o fim.

Aikidô

Uma arte marcial de defesa pessoal, criada em 1883 pelo mestre Morihei Ueshiba. O praticante de aikidô não participa de competições, mas treina para se defender, muitas vezes aproveitando a força do seu oponente. No Japão, os policiais, incluindo-se as mulheres, treinam aikidô.

Judô

O judô foi criado pelo professor Jigoro Kanno, mestre de JiuJitsu a partir do ano de 1882 com a criação do Kodokan,

Assim o Ju significa gentileza e suavidade, o caminho, com que pretende utilizar a força do oponente sem agir contra ela.

Karatê

Karate é uma palavra japonesa que significa mãos vazias;. Isto porque um Karateka (praticante de Karate) utiliza, durante sua prática suas armas naturais, como: visão, mãos, braços, corpo, pés e o cérebro. É uma arte altamente científica, que faz o mais eficaz uso de todas as partes do corpo com finalidades defensivas. O objetivo maior do Karate é o aperfeiçoamento do carácter de seus praticantes,disciplinando o corpo e a mente através de treinamentos árduos.

Kendô

Kendô é uma espécie de esgrima. Seus lutadores utilizam uma espada de bambu e são protegidos por uma armadura pesada. Os oponentes procuram esquivar-se dos golpes do adversário e procuram atingir com o bastão os três alvos: a cabeça, o braço e a lateral do tórax.

Sumô

O sumô é o esporte nacional do Japão, figurando no livro Kojiki (crônica do passado) de 712 d.C., como sendo uma luta entre dois deuses que se originou em 660 a.C. O sumô praticado atualmente segue exatamente as tradições e regras estabelecidas há séculos.

Por isso, continua homenageando os deuses, pedindo proteção e rezando para uma boa colheita. A luta em si é simples: trava-se dentro de um círculo de 4,56 m de diâmetro sobre chão de terra batida, muito dura, e perde a luta quem sair do círculo ou tocar o

chão com qualquer parte do corpo que não seja a sola do pé. Uma luta pode levar de alguns segundos a até 3 minutos no máximo. Em média 30 segundos.

Cultura  Popular 

A cultura pop japonesa é o contraste com o Japão tradicional é representa as manifestações tecnológicas através dos filmes, série de televisão, desenhos, animações e videogames com influência no entretenimento contemporânea do Japão.

Mangá

São histórias em quadrinhos de origem japonesa. (Man – que significa involuntário /Gá – que significa imagem.) Além de ter origem japonesa, os mangás se diferenciam pelos seus desenhos e personagens em si. Assim como os animes, os mangás possuem características próprias e desenhos típicos.

Animes

São os desenhos animados produzidos no Japão. Para os japoneses os animes são todos os desenhos animados,independente da sua origem, nacional ou estrangeira. Para o mundo ocidental os animes são apenas os desenhos animados do Japão.

A principal característica dos animes e dos mangás são os olhos geralmente muito grandes e muito bem definidos. Podem variarentre redondos ou rasgados, mas sempre são feitos cheios de brilho e com o uso de cores chamativas, de modo a refletir a emoção dos personagens.

Karaokê

O termo ―karaokê é uma composição das palavras ―kara, de que quer dizer vazio, e ―oke de o-kesutora (orquestra), significando sem orquestra. Um hobby de origem japonesa no qual

as pessoas cantam acompanhando versões instrumentais de músicas famosas. Muito popular o hábito entre os japoneses como forma de entretenimento.